A juventude nas jornadas de junho em alagoas: um estudo a partir de material jornalístico

Youth in June’s Journey in Alagoas: a study from journalistic material

Sara Argemary Matias Maciel, Marcos Ribeiro Mesquita

Resumen


Este trabalho teve como objetivo compreender as múltiplas leituras acerca da juventude que protagonizou as manifestações conhecidas como Jornadas de Junho, ocorridas em várias cidades brasileiras em 2013, focalizando suas dinâmicas no estado de Alagoas, a partir da análise de material midiático local. Assim, foram selecionadas e analisadas qualitativamente 42 notícias e artigos que noticiaram as manifestações em Alagoas de modo a compreender as concepções de juventude e sua ligação com a política, o entendimento acerca das mobilizações e as estratégias de luta política das manifestações que circularam na mídia objetivando conhecer como esses eventos foram noticiados e suas repercussões. Os resultados permitiram apreender três eixos de análise (Juventude e política, Dinâmica das mobilizações e Reivindicações) que foram importantes para compreendermos que a representação do jovem em sua interface com a política foi insuficientemente discutida e apontamos para a necessidade de nos atentarmos para as novidades políticas trazidas pelas ruas.


Palabras clave


Juventude; Participação Política; Jornadas de Junho; Protesto; Análise documental.

Texto completo:

PDF HTML EPUB

Referencias


Abramo, Helena e Venturi, Gustavo (2000), “Juventude, política e cultura" em Revista Teoria e Debate, nº 45. Brasil: Editora Perseu Abramo.

Abramovay, Miriam, et al (2004), Políticas públicas de/para/com juventudes. Brasília: UNESCO.

Almeida, Thiago D’Angelo Ribeiro (2013), “Manifestações no Brasil: uma referência de ação política integrada às novas tecnologias da informação”, em Sousa, Cidoval Morais de; Souza, Arão de Azevedo. Jornadas de junho: repercussões e leituras, Campina Grande: EDUEPB.

Amaral, Roberto (2013), “A grande rede e a explosão das ruas”, em Sousa, Cidoval Morais de; Souza, Arão de Azevedo. Jornadas de junho: repercussões e leituras. Campina Grande: EDUEPB.

Augusto, Nuno Miguel (2008), “A juventude e a(s) política(s): Desinstitucionalização e individualização”, em Revista Crítica de Ciências Sociais, Coimbra: Universidade de Coimbra.

Brenner, Ana Karina e Carrano, Paulo (2008), “Formas e conteúdos da participação de jovens na vida pública”, em Observatório Jovem do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro: Universidade Federal Fluminense..

Castro, Mary Garcia e Abramovay, Miriam (2009), Quebrando mitos: juventude, participação e políticas. Perfil, percepções e recomendações dos participantes da 1ª Conferência Nacional de Políticas Públicas de Juventude. Brasília: RITLA.

Dayrell, Juarez e Carrano, Paulo (2014). Jovens no Brasil: difíceis travessias de fim de século e promessas de um outro mundo. Rio de Janeiro: Observatório Jovem.

Flick, Uwe (2009), Introdução a Pesquisa Qualitativa, Porto Alegre: Artmed.

Florentino, Renata (2008), “Democracia liberal: Uma novidade já desbotada entre jovens”, em Opinião Pública, v.14, n.1, Campinas.

Harvey, David (2013). “A liberdade da cidade”, em Vainer, Carlos et al. Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram o Brasil. São Paulo: Boitempo.

Krischke, Paulo (2004), “Perfil da juventude brasileira: questões sobre cultura política e participação democrática”, em Interthesis, vol. 1, n. 2, Florianópolis.

Lima, Venício A. de (2013). “Mídia, rebeldia urbana e crise de representação”, em Vainer, Carlos et al. Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram o Brasil. São Paulo: Boitempo.

Mayorga, Cláudia (2013), “Pesquisar a juventude e sua relação com a política – Notas

Metodológicas”, em Estudos de Psicologia, v.18, n.2, Natal.

Mesquita, Marcos Ribeiro (2009), Identidade, cultura e política: os movimentos estudantis na contemporaneidade. Maceió: Editora da Universidade Federal de Alagoas.

Moreira, Orlandil de Lima e Santiago, Idalina Maria Freitas Lima (2013), “Vem pra rua: os protestos de junho”, em Sousa, Cidoval Morais de; Souza, Arão de Azevedo. Jornadas de junho: repercussões e leituras. Campina Grande: EDUEPB.

Movimento Passe Livre (2013), “Não começou em Salvador, não vai terminar em São Paulo”, em Vainer, Carlos et al. Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram o Brasil. São Paulo: Boitempo.

Nogueira, Silvia Garcia (2013), “A Geração 2.0 ‘faz a hora’, vai às ruas e sacode o país”, em Sousa, Cidoval Morais de; Souza, Arão de Azevedo. Jornadas de junho: repercussões e leituras. Campina Grande: EDUEPB.

Rodrigues, Adriana Alves (2013), “Redes sociais e manifestações: mediação e reconfiguração na esfera pública”, em Sousa, Cidoval Morais de; Souza, Arão de Azevedo. Jornadas de junho: repercussões e leituras. Campina Grande: EDUEPB.

Rolnik, Raquel (2013), “As vozes das ruas: as revoltas de junho e suas interpretações”, em Vainer, Carlos et al. Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram o Brasil. São Paulo: Boitempo.

Sakamoto, Leonardo (2013), “Em São Paulo, o Facebook e o Twitter foram às ruas”, em Vainer, Carlos et al. Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram o Brasil. São Paulo: Boitempo.

Scherer-Warren, Ilse (2014), “Das mobilizações às redes de movimentos sociais”, em Sociedade e Estado, v.21, n.1, Brasília.

Secco, Lincoln (2013), “As Jornadas de Junho”, em Vainer, Carlos et al. Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram o Brasil. São Paulo: Boitempo.

Silva, Conceição Firmina Seixas (2014), A ação coletiva de jovens estudantes universitários e suas formas de organização na universidade e na sociedade contemporânea. Rio de Janeiro: Instituto de Psicologia

Silva Júnior, Nelson Aleixo da. (2013), “Junho 2013: a juventude nas ruas pra balançar as estruturas”, em Sousa, Cidoval Morais de; Souza, Arão de Azevedo. Jornadas de junho: repercussões e leituras. Campina Grande: EDUEPB.

Silva Neto, Otacílio Gomes da. Brasil (2013), “2013: reflexões e metáforas”, em Sousa, Cidoval Morais de; Souza, Arão de Azevedo. Jornadas de junho: repercussões e leituras. Campina Grande: EDUEPB.

Žizek, Slavoj (2013), “Problemas no Paraíso”, em Vainer, Carlos et al. Cidades Rebeldes: passe livre e as manifestações que tomaram o Brasil. São Paulo: Boitempo.




DOI: http://dx.doi.org/10.17163/uni.n24.2016.07

Copyright (c) 2016 Universidad Politénica Salesiana

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial-CompartirIgual 4.0 Internacional.

  

REVISTAS CONSORCIADAS

© 2017, Universidad Politécnica Salesiana del Ecuador